A importância da cultura e do ambiente organizacional para o engajamento

O mundo atual é VUCA (volátil, incerto, complexo e ambíguo), proporcionando ambientes de negócios instáveis e em constante mudança. Deste modo, as organizações, em todo o mundo, enfrentam dificuldades para competir, pois são forçadas a crescerem rapidamente, com menos recursos, ou seja, precisam fazer mais com menos. Um time de funcionários engajados aumenta a probabilidade de sucesso. Assim, a importância da cultura corporativa e do ambiente organizacional para fomentar o engajamento dos funcionários precisa ser levada em consideração na formatação das estratégias organizacionais.

O fato é que as organizações dependem da energia, do comprometimento e do engajamento de seus funcionários para sobreviverem, crescerem e prosperarem. Entretanto, de acordo com diversas pesquisas recentes, realizadas por instituições sérias, como, por exemplo, a Gallup, em média, apenas 15% dos funcionários em todo o mundo estão engajados em seus trabalhos. Eis um problema!

Mas o que significa um funcionário engajado?

Em primeiro lugar, podemos defini-lo como um funcionário que faz um alto nível de investimento pessoal em seu trabalho, é entusiasmado, positivo, produtivo e contribui para a boa reputação da organização.

No geral, um funcionário engajado é mais:

  • Conectado ao propósito e à missão da organização.
  • Motivado para superar as suas metas.
  • Proativo em aprender novas competências, novas habilidades e iniciar novos projetos.
  • Positivo na maneira de se relacionar com o trabalho.
  • Criativo na resolução de problemas.
  • Comprometido em se desenvolver profissionalmente.

Engajar as equipes não é uma atribuição exclusiva do RH. Aliás, os principais responsáveis pelo engajamento dos funcionários são os líderes e gestores, em todos os níveis organizacionais. Há uma máxima que diz: “as pessoas se juntam às empresas, mas se demitem dos seus gestores”. Assim, o engajamento dos funcionários é um processo que deve ser estimulado top-down e está diretamente ligado às relações entre os gestores e suas equipes, que são influenciadas pela cultura corporativa e o ambiente organizacional.

A influência do ambiente organizacional no engajamento dos funcionários

O ambiente da sua empresa encoraja o engajamento dos funcionários? Se sim, parabéns. Se não, deveria. Por quê?

Porque os fatores de desmotivação e motivação dos funcionários estão diretamente ligados ao ambiente de trabalho.

Por exemplo, em 2016, a Gallup realizou sua ampla análise utilizando dados de 339 estudos, realizados em 230 organizações, de 49 setores, em 73 países. Ao mesmo tempo, em cada estudo, os pesquisadores da Gallup calcularam estatisticamente a relação entre o ambiente organizacional, o engajamento dos funcionários e os resultados de desempenho fornecidos pelas organizações.

Os pesquisadores estudaram 82.248 unidades de negócios, incluindo quase 1,9 milhão funcionários. Assim, esta análise confirmou a conexão estabelecida entre o ambiente corporativo, o engajamento dos funcionários e os principais resultados de desempenho. Organizações que possuem ambientes que estimulam o engajamento têm as seguintes características:

  • São melhores avaliadas pelos clientes.
  • Estão entre as mais rentáveis dos seus setores.
  • Possuem elevado índice de produtividade.
  • A rotatividade de funcionários é baixa (baixo turnover).
  • Níveis de incidentes de segurança (acidentes) abaixo da média.
  • Poucas ocorrências de roubos internos.
  • Níveis menores de absenteísmo.
  • Qualidade superior em produtos e serviços.
  • Maior nível de cooperação entre os funcionários.

Esses resultados demonstram, com fatos e dados, que o engajamento dos funcionários é um dos principais fatores para o sucesso de um negócio e está diretamente ligado ao ambiente organizacional. Portanto, proporcionar um ambiente que estimule o engajamento é estratégico para as organizações.

A importância da cultura corporativa e como ela afeta o engajamento dos funcionários

A cultura corporativa é o resultado da convergência entre pessoas, como elas interagem entre si e os diversos ambientes da organização, bem como esses ambientes evoluem por meio dessas interações. Uma cultura eficaz, cria um bom ambiente de trabalho, promove o engajamento e influencia positivamente os resultados da organização, tendo como principais alicerces o propósito, a missão, a visão de futuro, os valores empresariais e as expectativas sobre o comportamento e as atitudes dos funcionários.

O engajamento dos funcionários está em linha reta com a cultura da organização. Nesse sentido, quanto mais a cultura é de alta performance, maior é o nível de engajamento dos funcionários. Por quê?

Porque quanto mais forte e voltada para a alta performance for a cultura de uma organização, mais os funcionários entenderão o que se espera deles e com o que estão trabalhando. Essas culturas descrevem claramente comportamentos e atitudes que são salutares para o negócio e servem como balizadores para os funcionários, envolvendo-os em um ciclo virtuoso e crescente de cooperação, engajamento e desempenho.

Como desenvolver uma cultura corporativa e um ambiente organizacional favorável ao engajamento?

A princípio, para fazer prosperar uma cultura corporativa e um ambiente organizacional propício ao desenvolvimento do engajamento dos funcionários, é preciso considerar que:

  • O engajamento dos funcionários precisa fazer parte da estratégia da organização.
  • A organização deve proporcionar o alinhamento entre o seu propósito e os propósitos dos funcionários.
  • A organização precisa ter metas desafiadoras, factíveis e que estimulem os funcionários.
  • A comunicação precisa ser frequente, abrangente e eficaz, atingindo todos os níveis da organização.
  • A forma da organização (via gestores) avaliar, reconhecer e recompensar os funcionários precisa ser justa e bem entendida por todos os envolvidos.
  • A organização precisar ter um sistema de acompanhamento e desenvolvimento do desempenho dos funcionários que estimule a melhoria das performances e facilite a realização das metas individuais, setoriais e corporativas.
  • Os gestores devem proporcionar feedbacks constantes, sempre baseados em fatos e dados, com o objetivo de melhorar a conduta e/ou o desempenho dos funcionários.
  • Os gestores precisam passar confiança para as equipes, proporcionar um ambiente respeitoso, transparente e ético, deixar bem claro o que a organização espera de cada funcionário e promover a integração, a cooperação e o alinhamento entre eles.

A relação é direta: se os funcionários são o melhor ativo da empresa, então os seus líderes e gestores devem priorizar o cuidado com eles, demonstrando que a preocupação que se tem com todos é genuína. Assim, as organizações dispõem de uma valiosa oportunidade para transformar as experiências de trabalho de seus funcionários em eventos gratificantes, permitindo que eles tragam o seu melhor para o ambiente de trabalho, todos os dias, gerando resultados superiores.

Definitivamente, construir uma equipe de funcionários engajados não é fácil, mas é algo que os líderes e gestores precisam assegurar. Como? Garantindo um ambiente organizacional que estimule o comprometimento, o envolvimento e o engajamento tão desejado.

Autor: Albírio Gonçalves.

Deixe um comentário